xtb

MelhoresBrokers.com.br Forum

Bolívia adia para dezembro decisão sobre alianças com mineração de lítio

O governo da Bolívia não tomará uma decisão final sobre possíveis parcerias de mineração de lítio com parceiros privados até dezembro, seis meses atrás do cronograma inicial, disse um alto funcionário à televisão estatal na sexta-feira.

O governo está atualmente avaliando seis empresas para ajudar a minerar as riquezas inexploradas de lítio do país. Um ou mais podem eventualmente ser selecionados para fazer parceria com a estatal Yacimientos de Litios Bolivianos (YLB).

Álvaro Arnez, vice-ministro de tecnologias de alta energia, disse à emissora estatal que o governo agora planeja ter propostas prontas para as empresas considerarem até o final de outubro, com um acordo final ou acordos em vigor até o final de dezembro.

O governo havia planejado anteriormente anunciar sua seleção final no mês passado. Ela espera que parceiros privados possam ajudar a impulsionar a extração de lítio nas extensas salinas da Bolívia, lar dos maiores depósitos do mundo do metal branco cobiçado pelos fabricantes de baterias recarregáveis.

Apesar de décadas de tentativas, a Bolívia ainda não conseguiu nenhuma produção comercial de lítio. A demanda pelo metal ultraleve aumentou nos últimos anos.

Este mês, o governo reduziu a seleção final de oito para seis pretendentes, após desqualificar a startup americana EnergyX e a empresa de energia argentina Tecpetrol.

A Bolívia, um dos países mais pobres das Américas, enfrenta grandes desafios para cumprir sua meta de produzir localmente baterias de íons de lítio até 2025.