Companhia aérea estatal colombiana Satena planeja investimento de US$ 80 milhões para aumentar frota

A companhia aérea estatal da Colômbia Satena investirá US$ 80 milhões para expandir e modernizar sua frota, com planos de comprar aeronaves de curto e médio alcance capazes de pousar em aeroportos menores que não são acessíveis a aviões maiores, disse o chefe da companhia aérea.

A Satena está de olho na compra de oito novos aviões bimotores que podem transportar 19 passageiros, disse o general Oscar Zuluaga, oficial de alto escalão da Força Aérea que dirige a companhia aérea, em entrevista no final da tarde de quarta-feira.

“A capitalização é estimada em US$ 80 milhões”, disse Zuluaga, acrescentando que as compras “nos permitirão maior mobilidade, gerarão crescimento e, acima de tudo, levarão esperança às regiões mais remotas”.

A Satena gerou perdas de 2 bilhões de pesos (US$ 506.000) no ano passado, disse Zuluaga, acrescentando que a companhia aérea espera alcançar o equilíbrio no curto prazo, apesar das dificuldades no setor de aviação.

A companhia aérea, que começou a operar uma rota internacional para a capital da Venezuela, Caracas, a partir de Bogotá, na Colômbia, em março, busca aumentar o número de passageiros que transporta em 2023 em cerca de 200.000, para 1,2 milhão em relação ao ano passado.

A Satena também pretende adquirir aviões com 48 assentos para continuar expandindo em novas rotas e mercados para garantir a sustentabilidade da empresa, disse o general.

Mais rotas internacionais podem até levar Satena a cidades de países vizinhos como Brasil, Peru e Equador, acrescentou Zuluaga.