Governo anuncia que privatização da Eletrobras não ocorrerá mais em 2018

Apesar de anunciar a venda de seis concessionárias de energia elétrica, o governo - mais especificamente o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia - anuncia que a privatização da estatal não ocorrerá em 2018.

Trabalhei na Eletronorte em 2016 e, já naquele ano, a empresa indicava sinais de colapso econômico, com indicadores fundamentais como o EBITDA apresentando resultados preocupantes.

Instituições como a XP Investimentos acreditam que o próprio processo de venda das concessionárias será adiado, trazendo incerteza aos investidores e acionistas.

Será que a companhia não entrará em colapso até que de fato ocorra a privatização?