xtb

Novo 'iPhone 12' da Apple vai oferecer velocidades 5G que as redes dos EUA não podem oferecer

O 5G finalmente terá seu close up nos EUA com a esperada estreia do próximo iPhone da Apple Inc na terça-feira. Mas as altas velocidades prometidas não se concretizarão para a maioria das pessoas.

O dispositivo, apelidado de iPhone 12 por analistas, pode explorar 5G, ou tecnologia sem fio de quinta geração, que teoricamente opera de 10 a 20 vezes mais rápido do que as redes sem fio 4G atuais. Usar o próximo iPhone ou qualquer dispositivo habilitado para 5G na rede atual, no entanto, será “como ter uma Ferrari … mas usá-la em sua vila local e você não pode dirigir a até 320 quilômetros por hora, simplesmente porque as estradas não consegue manter essas velocidades ”, explicou Boris Metodiev, diretor associado da empresa de pesquisa Strategy Analytics. A Apple, que deve apresentar o novo telefone em um evento virtual na terça-feira, precisará caminhar na corda bamba entre atrair consumidores a atualizar seus telefones, sem prometer demais o que o 5G pode fazer hoje. As redes 5G dos EUA atuais usam principalmente espectro sem fio de banda baixa, ou espaço aéreo, que é mais lento do que o espectro de banda alta, mas mais confiável em distâncias mais longas. Provavelmente, levará anos até que o enorme aumento de velocidade que as operadoras de telefonia prometem tornar a realidade aumentada e os jogos em nuvem em tempo real perfeitos.

Várias operadoras de telecomunicações dos EUA implantaram redes baseadas em bandas de espectro inferior, com velocidades um pouco mais altas do que 4G. Uma variante visivelmente mais rápida do 5G “mid-band” também está sendo lançada, mas é improvável que alcance três quartos dos americanos até 2025, estimou o analista da Apple Gene Munster, da firma de capital de risco Loup Ventures.

As velocidades mais rápidas anunciadas pelas operadoras são um tipo de 5G chamado de onda milimétrica, ou onda mm, que funciona em distâncias menores. A Verizon Communications Inc tem a maior rede mmWave atual, disponível apenas em áreas limitadas.

Embora os usuários do Verizon 5G pudessem se conectar quase 10 vezes mais rápido do que no Sprint e no T-Mobile, as velocidades médias reais eram muito mais baixas, de acordo com o relatório de experiência de sinal móvel da empresa de pesquisa OpenSignal em junho.

Em média, os clientes da AT&T Inc e da Verizon com telefones 5G viram apenas um pequeno aumento em relação às velocidades 4G, de acordo com o mesmo estudo.

Se a empresa já tem esse problema nos EUA, em países em desenvolvimento, como no Brasil, o obstáculo não será diferente. Além disso, considerando o alta desvalorização do real no momento, o aparelho chegará no país com um preço extremamente elevado, mesmo para os padrões de produtos da Apple.