Trump ameaça levar tropas as fronteiras se imigrantes não forem contidos

Os quase 3.000 imigrantes, a maioria deles hondurenhos, iniciaram uma rota para os Estados Unidos no último sábado para pedir asilo alegando razões de segurança. Desde o primeiro momento, o secretário de Estado, Mike Pompeo, alertou que ele não os receberia. Na terça-feira, o poder mais alto do mundo aumentou o tom. Trump informou através do Twitter que se o governo de Honduras não parasse seu povo, cortaria a ajuda econômica “com efeito imediato”. Mais tarde, a ameaça já estava correndo para a Guatemala e El Salvador. A possível punição é surpreendente, uma vez que o objetivo dessas ajudas é justamente melhorar as condições de trabalho e segurança para que os cidadãos não decidam emigrar.