xtb

Mercado reflete resultados do adiamento da Reforma da Previdência

O que antes era razão para a baixa do dólar e alta da Ibovespa, viu no mês de setembro a tendência contrária. Com o dólar a R$ 4,17 e queda da bolsa de 0,73%, o mercado aguarda com urgência o trâmite da votação da Reforma, que segundo analistas deve ocorrer no máximo até o final de outubro. Alguns senadores de centro, como o MDB, têm colocado obstáculos ao avanço da votação. Enquanto isso, alguns investidores questionam a habilidade de articulação do governo necessária à aprovação.

Fora as pressões internas, soma-se a instabilidade externa com a apresentação do pedido formal de impeachment do presidente americano Donald Trump, além da contínua guerra comercial entre o país e a China.

Espera-se que a Ibovespa continue a oscilar, provavelmente em baixa, e que o dólar continue acima dos R$ 4,00 nos próximos meses.